Clipping – Campo Grande News - Pensão por morte agora exige prova documental de união estável

Clipping – Campo Grande News - Pensão por morte agora exige prova documental de união estável

 Medida Provisória do Governo Federal endurece as regras e acaba com a possibilidade de comprovar esse tipo de relação apenas com declarações de testemunhas

Medida Provisória publicada em janeiro deste ano mudou as regras para concessão de benefícios do INSS. Agora, é exigida prova documental de união estável para pagamento de pensão por morte. A MP do Governo Federal endurece as regras e acaba com a possibilidade de comprovar esse tipo de relação apenas com prova testemunhal, ou seja, declarações de vizinhos ou parentes.

Nos cartórios, a alternativa é a “escritura pública de união estável”, que custa R$ 178,35 e sai em até 48 horas. Para solicitar o documento, o casal deve ir até um Cartório de Notas, levar documentos pessoais e declarar que vive junto. O procedimento vale também para união homoafetiva.

“A mudança traz mais segurança no pagamento dos benefícios previdenciários, evitando fraudes, especialmente, neste momento de austeridade das contas públicas e de estudos para a reforma da Previdência. Os cartórios estão ao lado da população para dar segurança e agilidade nos trâmites exigidos pela Medida Provisória”, comenta Leandro Augusto Neves Corrêa, presidente do Colégio Notarial do Brasil, Secção Mato Grosso do Sul.

Ao INSS, também não será mais possível fazer o reconhecimento da relação depois da morte. A nova regra atinge, inclusive, o pagamento de auxílio-reclusão, quando a família recebe enquanto o segurado está preso.

Também valem como prova documental certidão de nascimento de filho em comum, certidão de casamento religioso, declaração do Imposto de Renda na qual o parceiro(a) está como dependente e contas de água, luz ou telefone no nome de um e de outro. Mas nesse caso, deve-se apresentar, pelo menos, três desses documentos para confirmar a união estável.

Com as novas medidas, o Governo Federal estima que vai economizar R$ 10 bilhões por ano.

Fonte: Campo Grande News

FONTE: http://www.serjus.com.br/noticias_ver.php?id=8815#


Outras notícias

NOTÍCIAS 08 à 18 de março
segunda-feira 18 março / 2019 TJ/MG: Aprovados em concurso assumem 14 serventias extrajudiciais em Minas Gerais TST - Retenção de carteira de trabalho três anos após a morte de empregado afeta direito dos herdeiros Senado: Decreto prepara a implantação do Documento Nacional de Identidade Caixa Econômica Federal é obrigada a renegociar os contratos de financiamento habitacional celebrados até 05 de setembro de 2001
sexta-feira 15 março / 2019 Justiça eleitoral é competente para julgar crimes comuns conexos a eleitorais, decide STF Sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, lei proíbe casamento de menores de 16 anos Penhora sobre auxílio-doença não é admitida quando viola dignidade do devedor, decide Quarta Turma Honorários advocatícios equiparados a créditos trabalhistas se submetem a limite fixado por assembleia de credores
quinta-feira 14 março / 2019 Clipping – Recivil - Sistema de emissão de boletos do Recompe terá funcionamento regularizado ITI: Assinatura com certificado ICP-Brasil garantirá validade de Diplomas Digitais Ação de execução de título extrajudicial pode incluir parcelas a vencer no curso do processo Registro em cartório deve prevalecer em relação à certidão de batismo
quarta-feira 13 março / 2019 Clipping – Campo Grande News - Pensão por morte agora exige prova documental de união estável Clipping – Jornal Contábil - Descubra como tirar a segunda via da certidão de nascimento Nova lei institui CPF como documento único no âmbito federal Terceira Turma considera ilegal cobrança de taxa de conveniência na venda de ingressos on-line
terça-feira 12 março / 2019 Tribunal de Justiça defere liminar para agente delegado não perder a delegação em virtude de aposentadoria Portaria nº 9 da Corregedoria Geral da Justiça define integrantes do COGETISE Projeto permite que maior de 16 anos reconheça filho sem auxílio de representante legal Justiça autoriza mudança de registro civil
segunda-feira 11 março / 2019 Clipping – Folha de S. Paulo - Matrícula de imóvel e Renavam podem ser obrigatórios no IR 2020 Único imóvel da família não pode ser garantia de empréstimo bancário PORTARIA Nº 4.386/PR/2019

 

Rua Guajajaras, 197 - térreo - Centro - CEP 30180-103 - Tel. (31) 3224-1788 - Fax (31) 3226-4387 © 2019 - Registro de Títulos e Documentos. Cartório do 2º Ofício